/Como se celebra a gastronomia do Natal em Portugal

Como se celebra a gastronomia do Natal em Portugal

Também para celebrar o natal, cada região tem os seus costumes e diferentes pratos de gastronomia, para aproximar as pessoas à mesa e ao convívio. Assim se estabelece a cultura de um povo que hoje vamos ver um bocadinho mais de perto…

Região de Trás-os-Montes e Alto Douro

Consoada: A presença obrigatória do bacalhau ou o polvo cozido, ambos servidos com ovo, batata e couve portuguesa cozida
Almoço de Natal: a entrada do almoço de Natal inicia-se com uma canja de galinha, o prato de carne é sempre um delicioso assado no forno, variando unicamente no tipo de carne, assim temos, o Peru Assado, leitão, borrego ou porco.
Doces: com muita abundância a encontra as famosas migas doces, filhós de jerimú/ abóbora-menina, passas e frutos secos.

Região de Entre Douro e Minho

Consoada: a noite começa com o bacalhau da consoada ou polvo cozido, servido com ovo, batata e couve portuguesa cozida. A aguardar pela hora da missa do galo, o Vinho quente é a companhia perfeita.
Almoço de Natal: ao almoço, a entrada é de Roupa Velha de Bacalhau, seguido do peru assado recheado com creme de castanhas ou um prato de cabrito assado no forno com batatas assadas.
Doces: nesta região, as rabanadas e as filhós nunca faltam na mesa de Natal que podem ser servidas com calda de açúcar, acompanhadas da travessa de aletria, os bolinhos de bolina, os mexidos de leite ou vinho e os ricos frutos secos (amêndoas, avelãs, figos e passas).

Região das Beiras

Consoada: sendo este o prato tipico português para a consoada, também na região das Beiras encontramos o bacalhau cozido com batatas e couve portuguesa no meio da mesa.
Almoço de Natal: um suculento cabrito assado no forno á padeiro, acompanhado de um delicioso esparregado e uma salada é o que os Beirões saboreiam no almoço de Natal. A sobremesa, recaí sobre o arroz doce polvilhado de canela.
Doces: apesar das rabanadas, dos sonhos, e dos coscorões o ex-libris das Beiras vai para as originais filhós do joelho, que são tendidas como o próprio nome indica, no joelho, ou á mão, o que lhes dá uma variedade de formas inigualáveis, e não podemos esquecer as broas, que são confeccionadas com alguma antecedência

Região da Estremadura e Ribatejo

Consoada: também aqui o prato típico da noite de consoada é o bacalhau cozido com couve portuguesa ou enriquecido com grão e cenoura cozidos.

Almoço de Natal: o prato de carne que encontramos nesta região no dia de Natal é o tenro cabrito assado no forno, com deliciosas batatinhas assadas.
Doces: na Estremadura, as fatias douradas, a aletria, broas castelar ou de batata doce, filhós , tigeladas e as azevias que podem ser de grão ou batata doce enchem as mesas de Natal desta zona de Portugal.

Região do Alentejo

Consoada: em tempo, a comida tipica desta noite era o galo, mas os hábitos mudaram e também os alentejanos adotaram o bacalhau cozido com couve, para a sua ceia de Natal.
Almoço de Natal: um almoço tão especial, exige um prato soberbo e rico em sabor, o Peru recheado com os famosos enchidos e carnes alentejanas, uma delicia de fazer crescer água na boca.
Doces: a mesa de doces, farta de Azevias de batata doce ou grão, as Filhós de aneis e os Coscorões alentejanos, mas o chamado Bolo podre, apesar do nome não ser muito apelativo ao paladar, é uma iguaria alentejana divinal, tendo o seu lugar reservado também na mesa de doces de Natal.

Região do Algarve

Consoada: no Algarve ainda é tradição em muitas casas comer o galo assado no entanto, já existem muitas famílias que aderiram ao Bacalhau da Consoada acompanhado de couves da região.
Almoço de Natal: ao almoço serve-se um apetitoso peru recheado e assado no forno.
Doces: delicie-se com um irrecusável Bolo de mel, as famosas azevias de batata doce, com broas de milho e com as já sempre presentes rabanadas e as filhós de canudo.

Região da Madeira

Consoada: fora das tradições do Continente na Madeira no jantar da consoada saboreiam-se as espetadas típicas da ilha da Madeira em pau de loureiro.
Almoço de Natal: na entrada é servida uma Canja de galinha, como prato principal uma magnifica carne de porco temperada em vinha-de-alhos e acompanhada com migas de pão e legumes.
Doces: os bolos á fatia são os reis desta mesa e o Bolo de família ou Bolo de mel da Madeira, tem um lugar de destaque nesta mesa, não fosse o Natal a festa da família. O bolo de noz ou de abóbora, as filhós da Madeira, e os tradicionais licores dos frutos desta região.

Região dos Açores

Consoada: na noite de consoada, a galinha é quem faz as honras da mesa, pode ser servida assada no forno, guisada com batatas ou simplesmente um canja de galinha.
Almoço de Natal: para este almoço, mantêm-se os assados, que podem variar entre a galinha e as carnes de porco ou vaca assadas.
Doces: os doces são variados e qual deles o melhor, na mesa encontramos as rabanadas, as filhós, os coscorões, Bolo de Natal, Merengue de banana á moda dos Açores, arroz doce e muitos licores artesanais de frutos da região.

E pronto ficou a saber como se celebra a Noite de Natal nas várias regiões portuguesas. Se este ano a ceia estiver à sua responsabilidade tem aqui uma larga fonte de inspiração que poderá aproveitar, para enriquecer a sua própria tradição. Um Feliz Natal!

In «Mundo Português»